Última hora

Em leitura:

Turquia detém 11 deputados pró-curdos


Turquia

Turquia detém 11 deputados pró-curdos

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Onze deputados pró-curdos foram detidos, esta noite, na Turquia, no âmbito das alegadas operações antiterroristas decretadas pelo presidente, Recep Tayyip Erdogan.

Entre eles, os dois codirigentes do HDP, o Partido Democrático dos Povos, formação de esquerda pró-curda.

Recorde-se que a imunidade parlamentar está suspensa, na Turquia, depois de declarado o estado de emergência na sequência da tentativa de golpe militar.

“Agentes de polícia à porta da minha casa, em Diyarbakir, com um mandado de detenção” – informou Selahattin Demirtas, via Twitter.

Situada no sudeste da Turquia, zona de maioria curda, a cidade de Dyarbakir já viu, esta semana, o presidente da câmara ser detido.

Detida foi também, esta noite, Figen Yuksekdag, a líder do partido na capital turca. A polícia invadiu a casa de Yuksekdag, que se recusou a ler a intimação e criticou os procuradores.

A polícia também efetuou buscas na sede do partido, em Ancara.

Segundo o ministério do Interior, foram emitidos mandados de captura contra 13 membros do partido, mas dois dos visados encontram-se, aparentemente, no estrangeiro.

Ancara acusa o HDP – terceira força parlamentar – de ser o braço político do PKK, o partido do Povo do Curdistão, classificado como organização terrorista pela Turquia, mas também pelos Estados Unidos e pela União Europeia.

Aliás, Bruxelas já se declarou “extremamente preocupada”, após esta nova ronda da caça às bruxas.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Turquia: Explosão provoca oito mortos e dezenas de feridos em Diyarbakir