Última hora

Em leitura:

Grécia: Tsipras afasta opositores das privatizações e promete "dias melhores"


Grécia

Grécia: Tsipras afasta opositores das privatizações e promete "dias melhores"

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, prometeu este sábado “as medidas necessárias para tirar o país da crise económica”, depois de uma remodelação do executivo que mantém no cargo o ministro das Finanças, Euclides Tsakalotos, principal negociador com a União Europeia e o FMI, e confia a pasta da Economia a Dimitris Papadimitríu.

Nikos Kotzias mantém-se no Ministério dos Negócios Estrangeiros e Panos Kammenos na Defesa.

A reorganização do gabinete, que afasta de postos chave os opositores das privatizações, é justificada com a necessidade de acelerar as reformas que Atenas se comprometeu a implementar, no quadro do acordo internacional de resgate.

“Temos de melhorar o que não funciona para mudar certas atitudes e tomar todas as medidas necessárias para tirar o país da longa crise económica. Por isso fizemos todas as alterações necessárias no gabinete”, disse Alexis Tsipras.

“Temos a oportunidade de um novo começo que nos dará o ímpeto necessário para os últimos passos críticos de uma maratona que nos leve a dias melhores”, sublinhou.

Obrigado a prolongar a austeridade em troca de novos empréstimos de 86 mil milhões de euros concedidos em julho de 2014, o governo grego tem insistido na urgência de medidas de alívio da dívida pública, que deverá atingir este ano 315 mil milhões de euros, o equivalente a 178,9 % do PIB.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Mais de 40 mil sul-coreanos exigem a demissão da Presidente Park Geun-hye