Última hora

Em leitura:

Novak Djokovic cai do trono, Andy Murray é o novo rei do ténis mundial


Desporto

Novak Djokovic cai do trono, Andy Murray é o novo rei do ténis mundial

Quando esta segunda-feira for atualizado o ranking mundial de ténis, no lugar mais alto estará pela primeira vez o nome de Andy Murray. O escocês aproveitou a eliminação de Novak Djokovic nos quartos-de-final do Masters de Paris para o ultrapassar na hierarquia mundial, colocando um ponto final a um reinado de 122 semanas do sérvio.

Um reinado que parecia incontestado. Djokovic confirmou a hegemonia no início de temporada com seis vitórias na primeira metade do ano, incluindo os dois primeiros Grand Slams, Austrália e Roland-Garros. Em ambos os casos com vitórias categóricas frente a Andy Murray na final.

O ponto de viragem deu-se no torneio de Wimbledon. O sérvio foi eliminado logo na terceira ronda pelo norte-americano Sam Querrey e Murray não perdoou e levantou o troféu pela segunda vez na carreira, repetindo o triunfo de 2013.

Desde então, Andy Murray foi incontestavelmente o melhor jogador do planeta. Conquistou a segunda medalha de ouro olímpica no Rio de Janeiro, revalidando o título conquistado há quatro anos em Londres. Seguiram-se vitórias em Pequim, Xangai e Viena.

Já Djokovic tem sido uma sombra de si próprio e não festeja uma vitória desde julho, em Toronto. O tira-teimas está marcado para o Masters que encerra a temporada, em Londres, e onde Murray ainda persegue o primeiro triunfo.

Antes do torneio londrino, no entanto, Andy Murray ainda tem a possibilidade de somar mais um título ao seu palmarés. O escocês aproveitou o abandono de Milos Raonic, por lesão, para carimbar o passaporte para a final do Masters de Paris, onde irá defrontar John Isner.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

Desporto

Efes sofre para regressar às vitórias na Euroliga