Última hora

A manifestação de dezenas de milhares de muçulmanos a exigir a demissão do governador de Jacarta, a capital da Indonésia, degenerou em confrontos com a polícia. As forças da ordem recorreram a gás lacrimogéneo e canhões de água para tentar dispersar os manifestantes, revoltados pelos alegados insultos contra o Corão por parte do cristão Basuki Tjahaja Purnama, o governador da região, conhecido pelos compatriotas como Ahok.

Os confrontos entre muçulmanos e polícia terão estado na origem do cancelamento da deslocação do presidente da Indonésia à Austrália. Joko Widodo informou o primeiro-ministro da decisão este sábado e mandatou o ministro dos Negócios Estrangeiros para remarcar a viagem.

Mais vídeos No Comment