Última hora

Em leitura:

EUA: Operação "sedução dos indecisos" a dois dias das presidenciais


EUA

EUA: Operação "sedução dos indecisos" a dois dias das presidenciais

Com Associated Press

A dois dias das eleições presidenciais nos Estados Unidos, os candidatos procuram aproveitar o tempo de que ainda dispõem da melhor forma possível.

O objetivo é, depois de alguns dias, o mesmo: convencer eleitores indecisos e estados indecisos.

Tanto Clinton como Trump precisam dos votos eleitorais de estados como a Florida e o Ohio, alguns dos estados onde se jogam as eleições de 2016, tal como o Nevada.

E foi precisamente em Reno, no Nevada, que Trump protagonizou um dos momentos do dia.

O candidato Republicano foi retirado do palco durante um evento pelos seguranças de forma abrupta, depois de ter sido detetada uma “possível ameaça” entre a multidão.

Trump voltou poucos minutos depois ao palco, agradecendo a quem fez as detenções e dizendo que “ninguém disse que iria ser fácil”, mas que “ninguém iria conseguir pará-los.”

Até ao momento, não se sabe o que aconteceu.

Um homem foi retirado do local onde tinha lugar o evento, momentos depois do incidente.

Os serviços secretos dizem não terem encontrado qualquer arma.



Hillary Clinton esteve este sábado em Filadélfia, Pensilvânia.

A candidata Democrata continua à frente na maioria das principais sondagens relativas aos estados mais importantes, (entre os chamados “estados indecisos”) embora Trump a siga de perto.

Hillary tem contado com o apoio de várias estrela do mundo da música pop e do espetáculo. Este sábado, foi a vez de Katy Perry.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Turquia: Manifestações contra detenção de jornalistas em Istambul