Última hora

Última hora

EUA: Hillary Clinton joga a carta da unidade do país

A 24 horas das eleições e favorita nas sondagens Hillary Clinton projeta-se como presidente de todos os americanos

Em leitura:

EUA: Hillary Clinton joga a carta da unidade do país

Tamanho do texto Aa Aa

O último trunfo empunhado por Hillary Clinton, a 24 horas das eleições presidenciais norte-americanas, é a carta da unidade do país.

Point of view

A escolha nesta eleição não poderia ser mais clara. É realmente uma escolha entre divisão e unidade

Hillary Clinton Candidata democrata à Casa Branca

Num comício em Pittsburgh, Pensilvânia, a candidata democrata acusou o adversário republicano de “exacerbar” as divisões no país, projetando-se como presidente de todos os americanos, incluindo, diz “dos que não votam” nela.

“A escolha nesta eleição não poderia ser mais clara. É realmente uma escolha entre divisão e unidade, entre uma liderança forte e constante e alguém imprevisível, entre uma economia que funciona para todos, e não apenas aqueles que estão no topo, e uma economia concebida e executado para quem está no topo”, defende Clinton.

Este último dia de campanha, durante o qual Hillary tem uma tournée de comícios de três mil e 300 quilómetros até ao meio da noite, parece sorrir à candidata:

O FBI voltou a ilibá-la, no caso do “emailgate” e as diferentes sondagens dão-lhe uma vantagem de até 6 pontos face a Trump – invertendo a tendência dos últimos dias, que aproximava os dois candidatos.