This content is not available in your region

Líderes populistas felicitam Trump

Access to the comments Comentários
De  Marco Lemos  com Patrícia Tavares
Líderes populistas felicitam Trump

<p>Na Europa, vários líderes populistas saudaram o triunfo de Donald Trump nas presidenciais norte-americanas.</p> <p>O comediante Beppe Grillo, fundador do Movimento Cinco Estrelas, em Itália, falou com a euronews, em Bruxelas: “Estamos numa encruzilhada. Este sujeito com o aspeto de uma espiga de milho não tem grandes apetências culturais. O que aconteceu é um exemplo da tragédia e do apocalipse que resulta da forma como os meios de comunicação informam as audiências. A televisão e os jornais chegam muito tarde, entregam a informação tardiamente, não são capazes de antecipar nada”.</p> <p>Já o chefe da extrema-direita na Holanda, Geert Wilders, numa mensagem publicada no Twitter, felicitou Trump por uma vitória que considera ser “histórica”: “O dia de ontem mostrou, e é isso que vou dizer aos meus eleitores, que tudo é possível e isto não vai parar por aqui – vamos assistir a este movimento em vários outros países europeus. A vitória de Donald Trump nas eleições é um enorme incentivo para todos nós – que amamos a pátria e a liberdade.”</p> <p>Em França, que tem presidenciais em 2017, Marine Le Pen, expressou-se através do Twitter: “Não é o fim do mundo, mas sim o fim de um “mundo”. O povo americano tem o Presidente que escolheu e não aquele instalado pelo sistema, como se as eleições fossem apenas uma mera formalidade, ou para manter as aparências”.</p> <p>O líder demissionário do Partido da Independência do Reino Unido (<span class="caps">UKIP</span>), Nigel Farage, figura central da campanha que levou à vitória do “brexit”, também congratulou Donald Trump pelo triunfo.</p> <p>Farage, que discursou num comício de campanha do republicano, escreveu no Twitter: “Passo o testemunho a Donald Trump. Muitos parabéns. Bateu-se corajosamente na campanha”.</p>