Última hora

Em leitura:

Rússia acusa rebeldes sírios de usarem armas químicas em Alepo


Síria

Rússia acusa rebeldes sírios de usarem armas químicas em Alepo

O Ministério da Defesa russo diz ter encontrado provas do uso de armas químicas em Alepo.

Moscovo aponta o dedo aos rebeldes sírios. Já a Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPCW) acusa as forças governamentais sírias e o grupo Estado Islâmico.

Um vídeo, difundido pela televisão russa, mostra peritos russos a recolher artilharia por detonar e fragmentos de munições.

Os especialistas confirmam que as amostras contêm substâncias tóxicas: “Os testes realizados às amostras revelam que as armas continham cloro e fósforo branco”.

A Coligação Nacional da oposição síria já negou as acusações através da sua página de internet.

Um outro vídeo em Alepo, este divulgado pelo governo sírio, mostra militantes da Frente Fatah al-Sham, um grupo terrorista ligado à Al-Qaida, a combater entre si, antes de perceberem que estão do mesmo lado.

De acordo com o exército sírio, o momento foi filmado através de uma câmara instalada no capacete de um dos rebeldes. A autenticidade das imagens, no entanto, não foi comprovada.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Sérvia: migrantes pedem abertura das fronteiras da UE