Última hora

Em leitura:

Lewis Hamilton vence à chuva e ainda sonha


speed

Lewis Hamilton vence à chuva e ainda sonha

O duelo entre os dois pilotos da Mercedes pelo título mundial de Fórmula 1 tem sido fascinante e teremos de esperar pela última corrida da temporada para conhecer o vencedor. Lewis Hamilton manteve a esperança viva no Grande Prémio do Brasil ao festejar a nona vitória da temporada, terceira consecutiva.

O inglês irá partir para a derradeira prova da temporada, no Abu Dhabi, com uma desvantagem de 12 pontos para o companheiro de equipa, Nico Rosberg, que terminou na segunda posição.

A corrida de Interlagos, de corrida teve muito pouco e os pilotos passaram mais tempo atrás do “safety car”, ou até nas boxes, que a competir. A culpada foi a chuva, que obrigou a duas interrupções.

No pouco tempo de competição, Hamilton e Rosberg estiveram imperturbáveis nos dois primeiros lugares, sem correr riscos desnecessários. Max Verstappen, com uma excelente ponta final, completou o pódio.

O Grande Prémio do Brasil representou ainda o adeus de Felipe Massa aos seus adeptos, o brasileiro abandona a competição depois de 14 anos no grande circo. Despistou-se a 13 voltas do fim.

Buemi imparável na Fórmula E

Ao contrário da Fórmula 1, na Fórmula E a temporada acabou de começar e Sebastien Buemi entrou a todo o gás. O campeão em título acabou de festejar a segunda vitória em outras tantas corridas na primeira visita de sempre a África.

A vitória em Marraquexe esteve longe de ser fácil para o suíço, obrigado a partir do sétimo lugar da grelha devido a uma penalização. Pouco a pouco foi ganhando posições e roubou a liderança a Felix Rosenqvist a seis voltas do fim. O sueco dominou grande parte da corrida mas fez uma má gestão da energia e acabou mesmo por perder o segundo posto para Sam Bird.

Buemi lidera agora o mundial com mais 22 pontos que Lucas di Grassi, António Félix da Costa foi obrigado a abandonar em Marraquexe.

Lorenzo arrasador na despedida

Na MotoGP, há muito que o título ficou decidido. Despedimo-nos com a última corrida da temporada, uma vitória dominante de Jorge Lorenzo em Valência.

Já de malas aviadas para a Ducati, o espanhol fez questão de deixar um recado à Yamaha. Depois de bater o recorde do circuito na qualificação, o espanhol liderou o Grande Prémio do início ao fim e nunca permitiu sequer que os rivais se aproximassem.

Valeu a luta pelo segundo lugar, entre Valentino Rossi, Andrea Iannone e Marc Márquez, com o espanhol a puxar dos galões de campeão do mundo e a deixar para trás os italianos.

Ainda tentou ir atrás de Lorenzo mas era demasiado tarde. O maiorquino despediu-se da Yamaha com a quarta vitória da temporada, a primeira desde maio. Na moto dois, Miguel Oliveira terminou o Grande Prémio de Valência na 13ª posição.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

speed

Lewis Hamilton triunfa no GP do México