Última hora

Em leitura:

Reino Unido: Desemprego cai para mínimos de 2005, mas há sinais de abrandamento do mercado de trabalho


economia

Reino Unido: Desemprego cai para mínimos de 2005, mas há sinais de abrandamento do mercado de trabalho

No terceiro trimestre, a taxa de desemprego no Reino Unido caiu para o valor mais baixo nos últimos 11 anos, mas há sinais de abrandamento do mercado de trabalho após o ‘brexit’.

Segundo o gabinete de estatísticas britânico (ONS), a taxa de desemprego desceu de 4,9% no segundo trimestre para 4,8% no terceiro trimestre, o valor mais baixo desde 2005. No entanto, no período, a economia criou apenas 49 mil empregos, metade do esperado e o ritmo de crescimento mais lento desde os primeiros três meses do ano.

Por outro lado, entre julho e setembro, a taxa de emprego fixou-se nos 74,5%, o nível mais alto desde 1971, um dos motivos que levou a chefe do governo, Theresa May, a afirmar que a economia britânica continua forte.

Entretanto, a Google anunciou planos para expandir os negócios no Reino Unido e criar até mais 3000 postos de trabalho.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

economia

Preços do petróleo sobem mais de 4%