Última hora

Em leitura:

Parlamento brasileiro invadido por manifestantes


Brasil

Parlamento brasileiro invadido por manifestantes

Cerca de meia centena de manifestantes invadiu o plenário da Câmara dos Deputados do Brasil, em Brasília.

Durante quase três horas recusaram-se a abandonar o parlamento exigindo, entre outras coisas, uma intervenção militar no país.

Os manifestantes interromperam uma sessão onde deveria ser feita, e segundo o Senado Federal brasileiro, a “apreciação de vetos, créditos adicionais e destaques à Lei de Diretrizes” Orçamentais para 2017.

Para os deputados, que foram apanhados de surpresa, a situação é intolerável. Alguns falavam de tentativa de golpe de Estado, outros pediam a intervenção das forças especiais.

O tumulto terminou por volta das 18h30 mas a sessão do Congresso acabou cancelada.

O grupo foi tirado à força do parlamento, mas não sem dar luta aos agentes das forças da polícia.

A grande maioria acabou detida mas apenas para prestar declarações.

Também no Rio de Janeiro se repetiram os protestos violentos contra a governação de Michel Temer. Os manifestantes exigiam o que consideram de Direitos básicos.

Há vários meses que o Brasil é um “barril de pólvora”. O país está em recessão económica e tem-se visto a braços com vários escândalos de corrupção que acabaram por ditar a saída de Dilma Rousseff e levaram a várias detenções no setor político.

Michel Temer tem uma dura batalha pela frente.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Iémen

Iémen: Combates intensificam-se antes do cessar-fogo