Última hora

Em leitura:

Parlamento Europeu acolhe voz crítica do russo Khodorkovsky


A redação de Bruxelas

Parlamento Europeu acolhe voz crítica do russo Khodorkovsky

Fundador do movimento político “Rússia Aberta”, Mikhail Khodorkovsky deslocou-se ao Parlamento Europeu, em Bruxelas, esta semana, para um fórum de discussão sobre o futuro da parceria europeia com a Rússia.

O ex-oligarca exilado em Londres, que passou quase uma década na prisão, disse que “os nossos cidadãos não querem esta posição isolacionista e militarista”.

“Setenta por cento população é favorável a uma rápida melhoria das relações com a Europa. Essa melhoria poderá não ser possível ao nível do Kremlin, que só está interessado em evitar uma mudança no poder. Contudo, esta melhoria das relações ao nível das sociedades civis de ambos os lados não é apenas possível, como é absolutamente crucial”, explicou.

O encontro foi promovido pelo grupo de eurodeputados liberais, como o apoio do centro-direita e dos ecologistas, que também querem dar voz aos críticos do atual Presidente.

O líder dos liberais, Guy Verhofstadt, referiu que “Putin não é a Rússia. Precisamos de um forte relacionamento com a Rússia, apesar de todos os problemas que temos com Putin”.

O encontro reuniu cerca de 100 representantes das sociedades civis russa e europeia. Entre os apoiantes estiveram, também, a Fundação para a Liberdade Boris Nemtsov, a Fundação para a Liberdade Friedrich Naumann e o Fundo Europeu para a Democracia.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Breves de Bruxelas: outra gafe de Oettinger e as incertezas sobre Trump