Última hora

Em leitura:

Coreia do Sul: Maré humana exige demissão da Presidente


Coreia

Coreia do Sul: Maré humana exige demissão da Presidente

Um mar de gente em nome da demissão da presidente da Coreia do sul.

Os organizadores do protesto em Seul afirmam ter estado este sábado na capital 300 mil pessoas para exigir o abandono de funções da chefe de Estado Park Geun-Hye, envolvida num escândalo de alegada corrupção.

A polícia diz que o número de manifestantes não ultrapassou os 70 mil.

Mas milhares de apoiantes da presidente também tiveram uma palavra a dizer e reuniram-se perto da Estação de Seul para denunciarem o que dizem ser notícias falsas e factos distorcidos pelos media.

Os protestos contra Park Geun-Hye já duram há semanas e são os maiores desde os anos 1980.

No centro do escândalo que envolve a Presidente está uma grande amiga da chefe de Estado, Choi Soon-Sil, sobre quem recaem suspeitas de fraude e abuso de poder.

Choi Soon-Sil é acusada de ter usado a influência sobre a Presidente para forçar grupos industriais a fornecer fundos para fundações questionáveis que depois seriam utilizados para fins pessoais.