Última hora

Em leitura:

Síria: Hospitais fora de serviço em Alepo oriental


Síria

Síria: Hospitais fora de serviço em Alepo oriental

Todos os hospitais de Alepo oriental estão alegadamente fora de serviço.

Os sucessivos bombardeamentos aéreos dos últimos dias acabaram com as unidades de saúde que ainda restavam na contestada área da cidade.

A informação foi dada pela Organização Mundial de Saúde e pela autoridade local.

Mas o Observatório Sírio para os Direitos Humanos afirma que algumas instalações ainda funcionam mas os cidadãos têm demasiado medo para as usar.

O porta-voz do departamento de Estado norte-americano explica que têm recebido informações credíveis de agências legitimas e bem estabelecidas de que os hospitais estão a ser bombardeados

“São hospitais e são pacientes – as pessoas estão a tentar ficar melhor mas no fim são bombardeadas. E francamente, não interessa a quem pertencem os aviões que largam as bombas – se são sírios, russos ou os dois – o facto é que tem que parar. Tem que parar”, diz John Kirby.

As forças armadas sírias e a Rússia negam estar a bombardear hospitais.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, sedeado no Reino Unido, 27 pessoas, incluindo menores, morreram
este sábado, vítimas de bombardeamentos de aviões e helicópteros em Alepo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Iraque: Cristãos de Bashiqa restauram igreja