Última hora

Em leitura:

Grande Prémio de Qingdao dominado pelos russos


Desporto

Grande Prémio de Qingdao dominado pelos russos

A Rússia terminou o Grande Prémio de Qingdao, na China, na liderança do quadro de medalhas e bem pode agradecer a Kirill Denisov. A competir pela primeira vez nos -100 kg, depois de dois ciclos Olímpicos nos -90 kg, o russo teve uma estreia perfeita e conquistou a medalha de ouro em grande estilo. Na final, apenas precisou de 29 segundos sobre o tatami para derrotar Tsogtgerel Khutag por ippon.

Na sua antiga categoria, o triunfo sorriu a Max Stewart. O inglês de 23 anos justificou o estatuto de primeiro cabeça de série no torneio chinês e derrotou na final o mongol Altanbagana Gantulga. Stewart impôs-se por ippon e festejou a primeira vitória da carreira num Grande Prémio.

Também nos +100 kg o vencedor subiu pela primeira vez na carreira ao lugar mais alto do pódio num torneio de alto nível. O japonês Yusei Ogawa, de apenas 20 anos de idade e filho do tetracampeão mundial, Naoya Ogawa, derrotou no combate decisivo o russo Anton Krivobokov.

Nas senhoras, Rika Takayama é a judoca do momento nos -78 kg. A japonesa de 22 anos, que já tinha conquistado a medalha de ouro em Tyumen, em julho, repetiu a proeza em Qingdao. Venceu todos os seus combates por ippon e garantiu o triunfo depois de imobilizar a chinesa Kaili Zhang na final.

A única vitória local no último dia pertenceu a Song Yu e nem podia ter sido de outra forma, ou não tivesse a final dos +78 kg sido discutida entre duas judocas chinesas. A campeã do mundo derrotou a rival Sisi Ma por ippon após dois minutos e 36 segundos de combate e subiu ao lugar mais alto do pódio pela quinta vez em Qingdao.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

Desporto

Fitzpatrick venceu no Dubai mas foi Henrik Stenson a fazer a festa