Última hora

Em leitura:

Grupo Lufthansa obrigado a cancelar centenas de voos


Alemanha

Grupo Lufthansa obrigado a cancelar centenas de voos

Os aeroportos de Dusseldorf e Hamburgo viram, esta terça-feira, alguns voos serem anulados.

Uma greve dos membros da tripulação de cabina da Eurowings, subsidiária low-cost da companhia alemã Lufthansa, levou à anulação de mais de sessenta voos.

O sindicato que organizou a paralisação queixa-se de que não há aumentos nos salários há vários anos e quer mais sete por cento.

As opiniões dos passageiros dividem-se:

“Se há sete anos que não são aumentados acho que não há muito a dizer, talvez seja justo esperarem uma determinada percentagem de aumento. Talvez os sete por cento, eu também gostava de receber mais”, desabafa Alexander Kuermann, um passageiro.

“A questão é que são sempre os mesmos que sofrem as consequências. Queremos ir a Zagreb e não temos pressa mas estamos a perder tempo de férias”, adianta outro passageiro, Kurt Spoden.

Mas a situação será pior, esta quarta-feira, já que está prevista outra paralisação, de 24 horas, desta vez dos pilotos da Lufthansa, em todo o país.

A companhia aérea já anulou quase 900 voos. Cerca de 100.000 passageiros serão afetados pelos cancelamentos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Turquia

Turquia recua no perdão a violadores de menores mas mantém projeto-lei em estudo