Última hora

Em leitura:

Espanha: Morreu Rita Barberá, líder histórica do PP que estava a ser investigada por corrupção


Espanha

Espanha: Morreu Rita Barberá, líder histórica do PP que estava a ser investigada por corrupção

Morreu Rita Barberá, antiga presidente da Câmara de Valência, líder histórica do Partido Popular (PP) e figura importante para esclarecer vários alegados casos de corrupção envolvendo o partido no poder em Espanha.

A senadora, de 68 anos, morreu em resultado de um ataque cardíaco, esta quarta-feira, dois dias depois de ter sido interrogada no Supremo Tribunal no quadro de uma investigação sobre branqueamento de capitais e financiamento ilegal do PP, em Valência.

Mariano Rajoy lamentou a morte de uma mulher que, nas palavras do primeiro-ministro espanhol, “dedicou a vida a Valência, foi 24 anos presidente da Câmara (…) e dedicou a vida ao Partido Popular”.

As investigações às mais de duas décadas de poder do PP em Valência obrigaram Barberá a abandonar o partido, em setembro.

Depois de já ter sido ilibada noutros casos de corrupção, a senadora tinha reiterado a sua inocência na audiência perante o Supremo Tribunal, esta segunda-feira, e negou a existência de um “saco azul” no PP local.

Barberá acabou por falecer, esta quarta-feira, num hotel de Madrid. O parlamento observou um minuto de silêncio em memória da senadora.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Alemanha

Greve dos pilotos da Lufthansa prolongada por 24 horas