This content is not available in your region

Greve de pilotos alemães da Lufthansa até sexta-feira

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Greve de pilotos alemães da Lufthansa até sexta-feira

<p>A greve de pilotos alemães da companhia Lufthansa começou esta quarta feira à meia noite e vai estender-se até sexta feira.</p> <p>A paralisação afectou já cerca de 1800 voos daquela que é uma das maiores operadoras aéreas europeias, deixando mais de 200 mil passageiros com os planos trocados, incluindo quarta e quinta feira.</p> <p>O terceiro dia de greve prevê-se apenas para voos de curta distância, ao contrário dos dois primeiros. </p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">Additional strike announced by Vereinigung Cockpit (VC) on 23. and 24. November 2016. Please find more info here: <a href="https://t.co/k1nVPOJz0B">https://t.co/k1nVPOJz0B</a>.</p>— Lufthansa (@lufthansa) <a href="https://twitter.com/lufthansa/status/801337245819146240">November 23, 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>Cinco mil e 400 pilotos na Alemanha querem um aumento anual de 3.7 por cento em 5 anos, desde 2012. A Lufthansa ofereceu 2 e meio por cento até 2019.</p> <p>O recurso a tribunal, rejeitado pela instância duas vezes, para suspender a paragem dos pilotos, originou a retaliação do sindicato alemão, alargando o prazo de greve.</p> <p>A empresa alega a necessidade de redução de custos para fazer frente à concorrência e não poder corresponder às expectativas, os pilotos mantêm presente o lucro recorde obtido pela companhia em 2015.</p> <p>A administração estima o prejuízo desta greve entre os 7 e os 9 milhões de euros por dia.</p>