Última hora

Em leitura:

Ataque bombista do Daesh mata 100 pessoas no Iraque


Iraque

Ataque bombista do Daesh mata 100 pessoas no Iraque

Um ataque suicida com um camião armadilhado vitimou cerca de 100 pessoas na cidade iraquiana de Hilla. Pelo menos 70 eram peregrinos xíitas iranianos.

O ataque teve lugar numa bomba de gasolina, na área de restauração popular entre os peregrinos, que regressavam ao Irão depois de terem estado na cidade santa iraquiana de Karbila para assinalar o Arbaeen, uma data religiosa.
O Daesh reivindicou o ataque numa declaração online.

Hilla fica a cerca de 100 quilómetros a sul de Bagdade e a cerca de 500 quilómetros a sul de Mossul.

É em Mossul que o Daesh combate uma ofensiva apoiada pelos Estados Unidos na qual milícias xíitas treinadas no Irão se integram, com o objectivo de recuperar a cidade, tomada há dois anos pelo grupo radical sunita e que consideram os xíitas desertores religiosos.

Apenas agora dezenas de trabalhadores da Companhia Petrolífera do Norte do Iraque têm acesso ao poço de petróleo em chamas numa cidade perto de Mossul e tentam extingui-lo.

O fogo foi ateado pelo Daesh, em Agosto, quando foi obrigado a retirar pelas forças iraquianas apoiadas pelos Estados Unidos, que têm conseguido avanços lentos sobre o grupo terrorista.