Última hora

Em leitura:

Bélgica: Milhares protestam contra austeridade nas áreas dos serviços sem fins lucrativos


Bélgica

Bélgica: Milhares protestam contra austeridade nas áreas dos serviços sem fins lucrativos

Milhares de trabalhadores da área da saúde, mas também da educação, ação social ou ainda da cultura, marcharam pelas ruas de Bruxelas, esta quinta-feira, em protesto contra a deterioração das condições de trabalho e cortes nos orçamentos.

17.000 pessoas, segundo a polícia, 20.000, segundo os sindicatos tomaram parte no protesto.

Para uma enfermeira, “ao olhar para as condições de trabalho, por exemplo, nos lares, onde os salários são baixíssimos, e vendo as medidas que o governo quer implementar, a única solução é protestar nas ruas”.

Um sindicalista acrescenta que o projeto do governo “vai reduzir salários e deteriorar as condições de trabalho”, referindo que “não é normal que um funcionário de um lar tenha de ajudar 16 idosos a prepararem-se para dormir e voltar a fazer o mesmo, sozinho, na manhã seguinte”.

Na Bélgica, trabalham em serviços sem fins lucrativos cerca de 500.000 pessoas, mais de 15% do mercado de trabalho no país.

Os representantes sindicais já foram recebidos pelo governo mas ainda não há um calendário negocial. Os trabalhadores prometem mais protestos antes do final do ano.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Alemanha

Sindicatos da alemã Lufthansa prolongam greve até sexta-feira