Última hora

Em leitura:

Turquia responsabiliza regime Sírio pela morte de 3 soldados e promete uma "retaliação"


Turquia

Turquia responsabiliza regime Sírio pela morte de 3 soldados e promete uma "retaliação"

A Turquia promete uma “retaliação” depois de três soldados turcos terem sido mortos, na Síria, num bombardeamento que Ancara considera ter sido levado a cabo pela aviação do regime de Bashar al-Assad.

Segundo a imprensa turca, os militares foram mortos na região de Al-Bab, onde a Turquia apoia militarmente uma ofensiva dos rebeldes para reconquistar a cidade aos ‘jihadistas’ do autoproclamado Estado Islâmico.

Para o primeiro-ministro turco “é claro que algumas pessoas não estão contentes com a batalha que a Turquia trava contra o Daesh”. Binali Yildirim garantiu que haverá “uma retaliação” ao ataque.

O regime de Damasco não reagiu imediatamente, mas já por diversas vezes afirmou que a presença de tropas turcas é uma violação da soberania da Síria.

A Turquia faz parte da coligação internacional que combate o autoproclamado Estado Islâmico. Em paralelo, Ancara lançou, em agosto, uma ofensiva na Síria, apelidada de ‘Escudo do Eufrates’, para empurrar para longe da fronteira os ‘jihadistas’ e as milícias curdas.

Ancara tem apoiado ativamente os rebeldes que tentam derrubar o regime de Assad, mas baixou o tom da retórica contra o presidente sírio desde que as relações com Moscovo começaram a melhorar após um período de tensão quando abateu um bombardeiro russo há exatamente um ano.

Um confronto direto entre a Turquia, membro da NATO, e forças governamentais sírias, que são apoiadas pela Rússia, poderia provocar uma perigosa escalada no já muito complicado cenário de guerra na Síria.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Bélgica: Milhares protestam contra austeridade nas áreas dos serviços sem fins lucrativos