Última hora

Em leitura:

Cuba: Cubanos pró regime choram Fidel


Cuba

Cuba: Cubanos pró regime choram Fidel

Tristeza e consternação em Havana após o anúncio da morte de Fidel Castro. O desaparecimento de “El Comandante” mereceu igualmente a reação de inúmeros chefes de Estado que enviaram mensagens publicadas no ‘Twitter’ entre os quais Nicolás Maduro que afirmou que o líder cubano e o venezuelano Hugo Chávez “deixaram aberto o caminho” para a libertação dos povos.

Fidel Castro morreu na noite de sexta-feira e o seu corpo vai ser cremado hoje.

Os cubanos exprimem surpresa: “A morte do Comandante surpreendeu-me, não posso acreditar, era um homem tão poderoso, tão forte … é realmente difícil”.

“É um processo normal da vida. Foi uma notícia que ninguém esperava receber.

“Bem, eu me sinto um pouco abalada, não entendo. Ele era um rosto público e todo mundo gostava dele e o respeitava”.

Fidel Castro “encarnou a Revolução Cubana” suas “esperanças” e “desilusões” e o seu legado ficará para a história que o irá julgar.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Cuba

Fidel Castro morre aos 90 anos