Última hora

Em leitura:

Suíços rejeitam fecho antecipado de centrais nucleares


Suíça

Suíços rejeitam fecho antecipado de centrais nucleares

A Suíça vai continuar a ter centrais nucleares, pelo menos durante mais alguns anos. Os suíços rejeitaram, em referendo, o fecho antecipado das cinco centrais nucleares a operar no país. O voto tinha sido proposto pelos verdes e social-democratas.

A manutenção das centrais por mais tempo foi decidida por 55%, contra 45% a favor de um encerramento mais rápido. No entanto, a médio ou longo prazo, a produção de energia nuclear na Suíça deve ser descontinuada. 26 cantões votaram a favor da proposta, sobretudo nas zonas francófonas.

Mesmo se o fecho das cinco centrais reduz o risco de um acidente nuclear, isso tornaria a Suíça mais dependente das energias fósseis e da energia nuclear importada da vizinha França.

A iniciativa para fechar as centrais já no próximo ano surgiu depois do acidente com a central de Fukushima, no Japão, em 2011. Foi também este acidente que fez a Alemanha tomar a decisão de fechar todas as centrais nucleares até 2022.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Geórgia: Novo governo assume funções