Última hora

Em leitura:

Israel responde a primeiro ataque direto do EI nos montes Golã


Israel

Israel responde a primeiro ataque direto do EI nos montes Golã

O exército israelita afirma ter respondido àquele que seria o primeiro ataque do grupo Estado Islâmico (EI) contra militares do país na zona disputada nos montes Golã.

Pelo menos quatro homens armados teriam sido mortos, após terem aberto fogo contra uma patrulha israelita, na noite de sábado, sem provocarem vítimas.

Os quatro atacantes pertenceriam às brigadas de Yarmouk, uma organização síria que prestou recentemente juramento ao grupo Estado Islâmico.

O bombardeamento da noite de domingo teria visado um antigo edifício da ONU na zona, que teria sido utilizado pelos atacantes para visar os militares israelitas, na noite anterior.

Segundo o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu:

“Nós estamos bem preparados na nossa fronteira norte, e não vamos permitir que nem o grupo Estado Isâmico, nem qualquer outra fação armada, se estabeleçam de forma permanente nas imediações das nossas fronteiras, sob o pretexto de uma guerra na Síria”.

Desde o início do conflito na Síria que Israel interviu por várias vezes na região ocupada dos Golã, em resposta à queda de projectéis na região.

Os avião israelitas tinham bombardeado no passado dia 9 a zona síria de Tel Shaar, em resposta ao lançamento de rockets sobre os Golã.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Renzi procura apoios para reforma enquanto milhares se manifestam contra