Última hora

Em leitura:

ALiados de Cuba em Havana para últimas homenagens a Fidel Castro


Cuba

ALiados de Cuba em Havana para últimas homenagens a Fidel Castro

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Os líderes de países amigos e aliados de Cuba começam a chegar à capital da ilha para prestar as últimas homenagens ao antigo presidente cubano.

Pela Plaza de la Revolución, onde uma grande cerimónia está prevista esta noite, já passaram o presidente da Bolívia, Evo Morales, e o da Venezuela, Nicolás Maduro.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, também estará presente e não esconde a emoção: “É uma grande honra estar aqui para prestar homenagem a esta grande personalidade que foi uma inspiração, não só para Cuba e para a América Latina, mas para todo o mundo”.

O presidente chinês Xi Jiping, que assinou o registo de condolências na Embaixada de Cuba, em Pequim, será representado em Havana pelo vice-presidente.

O chefe da Diplomacia russa também se dirigiu à embaixada cubana em Moscovo, onde depositou flores, enquanto Vladimir Putin enviou a Havana, sem sua representação, o presidente do senado.

Antigas ditaduras comunistas como a República Checa, Hungria, Roménia e Bulgária não enviam nenhum representante.

Quanto ao líder norte-coreano, Kim Jong Un, recolheu-se na embaixada, em Pyongyang.

A homenagem oficial decorre na Plaza de la Revolución, por onde já passaram dois milhões de pessoas em pouco mais de um dia. O funeral, no domingo, será, ao que tudo indica, mais recatado.

ALL VIEWS

Clique para descobrir

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Ucrânia: Reactor 4 de Chernobyl já tem novo sarcófago