Última hora

Em leitura:

Cimeira UE-Tunísia: Presidente Essebsi pede mais ajuda na luta contra terrorismo


A redação de Bruxelas

Cimeira UE-Tunísia: Presidente Essebsi pede mais ajuda na luta contra terrorismo

O presidente da Tunísia pede mais ajuda à União Europeia na luta contra o terrorismo. Béji Caïd Essebsi está em Bruxelas para a primeira cimeira União- Tunísia e no discurso do hemiciclo no Parlamento Europeu lembrou que o seu “país é visto como um alvo para os terroristas porque o modelo democrático e sócio-cultural está nos antípodas da visão obscura. A Tunísia encontra-se na dianteira da luta contra o terrorismo e merece ser ajuda nesse esforço”.

Seis anos depois da Primavera Árabe, a Tunísia conseguiu fazer a própria transição democrática. Mas nos países vizinhos, sobretudo na Líbia, o cenário é diferente. O caos político e social está instalado, terreno fértil para os grupos terroristas.

Essebssi, em entrevista à euronews, garantiu que “os países que estão em contacto direto com a Líbia, nos três níveis, geográfico, de segurança e económico, são a Tunísia, Argélia e o Egito. Se nos conseguissemos reunir todos, com os líbios e nos coordenarmos poderiamos dar à Líbia, através dos nossos conselhos, a oportunidade de estabilizar a situação”.

A Tunísia já conseguiu da União Europeia algum apoio financeiro. Para o presidente Essebssi este é um sinal político que confirma a importância da ajuda europeia na transição democrática e na luta contra a ameaça terrorista.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

A redação de Bruxelas

Liderança do Parlamento Europeu pode gerar batalha política