Última hora

Em leitura:

Presidenciais na Áustria: Política externa domina debate eleitoral


Áustria

Presidenciais na Áustria: Política externa domina debate eleitoral

Na Áustria, os dois candidatos à presidência defrontaram-se no último grande debate televisivo antes da eleição presidencial prevista para domingo, 4 de dezembro.

O ecologista Alexander Van der Bellen e o candidato de extrema-direita Norbert Hofer chocaram sobre temas que vão desde a União Europeia a Donald Trump ou Marine Le Pen, através de acusações de espionagem, e trataram-se mutuamente de mentiroso.

“Suponho que os EUA se desenvolverão de forma positiva. Agora há um presidente chamado Trump. Haverá outro presidente ou uma mulher presidente – da próxima vez. Teremos relações positivas nas próximas décadas. E meu avô era americano, tenho uma certa relação com os EUA.”

“Eu critiquei imenso a campanha de Trumps – você está absolutamente certo. Em caso de dúvida, nós, europeus, devemos aproximarmo-nos mais numa situação como esta e definir os nossos interesses e defendê-los de uma forma confiante.”

A eleição de maio foi perdida por pouco pelo candidato do Partido da Liberdade austríaco Norbert Hofer para Alexander Van der Bellen, o ex-líder do Partido Verde. O Partido da Liberdade, de extrema direita, de Hofer, contestou o resultado dizendo que os votos por correspondência foram mal tratados.

Em julho, o Tribunal Constitucional da Áustria decidiu que a eleição presidencial de maio deve ser repetida porque as regras eleitorais foram quebradas de uma forma que poderia ter influenciado o resultado do voto.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

ONU: "Limpeza étnica em curso" em várias regiões do Sudão do Sul