Última hora

Última hora

Itália: Renzi adia demissão para esperar aprovação do Orçamento de 2017

O primeiro-ministro italiano adiou a demissão até ser aprovado o Orçamento para 2017, o que deverá acontecer nos próximos dias.

Em leitura:

Itália: Renzi adia demissão para esperar aprovação do Orçamento de 2017

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro italiano adiou a demissão até ser aprovado o Orçamento para 2017, o que deverá acontecer nos próximos dias.

A decisão de Matteo Renzi foi tomada a pedido do presidente italiano, Sergio Mattarella, que recebeu o chefe do governo demissionário no palácio do Quirinale.

Renzi tinha anunciado a demissão depois da vitória do “Não” no referendo à reforma constitucional promovida pelo executivo e a visita ao palácio presidencial tinha como objetivo formalizar o abandono de funções.

A aprovação do Orçamento de Estado no Senado é esperada até à próxima sexta-feira, segundo os meios de comunicação italianos, e o presidente designará em seguida um novo primeiro-ministro, o quarto a ser nomeado no país sem passar pelas urnas.

Renzi tinha anunciado publicamente a demissão ainda antes de serem conhecidos os resultados definitivos do referendo, com 59,11 por cento dos eleitores a votarem contra o seu projeto de reforma constitucional.