Última hora

Última hora

Corpo Europeu de Solidariedade quer atrair 100 mil jovens

Promover a solidariedade e dar oportunidades aos jovens de melhorarem o curriculum é o objetivo do Corpo Europeu de Solidariedade, lançado, esta quarta-feira, em Bruxelas.

Em leitura:

Corpo Europeu de Solidariedade quer atrair 100 mil jovens

Tamanho do texto Aa Aa

Promover a solidariedade e dar oportunidades aos jovens de melhorarem o curriculum é o objetivo do Corpo Europeu de Solidariedade, lançado, esta quarta-feira, em Bruxelas.

Cidadãos europeus, com idades entre 17 e 30 anos, podem ser voluntários não remunerados ou candidatarem-se a alguns postos pagos de estágio e emprego de curta duração.

A vice-presidente da Comissão Europeia, Kristalina Georgieva, disse à euronews que “neste mundo, temos de alimentar o sentido de solidariedade, mas também proporcionar aos jovens mais habilitações e pô-los em contato com organizações das quais poderão vir a ser funcionários. Estou segura de que isso acontecerá”.

A iniciativa do executivo comunitário visa dar oportunidades nesta área a 100 mil jovens, até 2020.

Vincent Somers, um jovem belga que já fez voluntariado em Espanha e na Bulgária, considera que “se conseguirmos atrair mais interesse e atenção das pessoas, elas vão perceber que podem efetivamente participar como indivíduos, que podem contribuir para que haja cada vez mais solidariedade, algo que tem muito valor”.

Luta contra a pobreza e exclusão social, proteção ambiental ou apoio aos refugiados são algumas das áreas disponíveis.

“Congratulamo-nos com esta iniciativa da Comissão, porque temos lacunas nos nossos recursos humanos, que esperamos poder preencher com mais jovens”, disse André Felix, um membro da Associação Europeia de Prestadores de Serviços para Pessoas com Deficiência.

Os interessados devem inscrever-se através da página na Internet do novo organismo