This content is not available in your region

EUA: As polémicas nomeações da equipa Trump

Access to the comments Comentários
De  Euronews
EUA: As polémicas nomeações da equipa Trump

<p><strong>Com Lusa</strong></p> <p>A equipa do presidente eleito dos Estados Unidos da América, <strong>Donald Trump</strong>, anunciou uma série de nomeações chave para a transição que <strong>põe fim à Era Obama</strong>. </p> <p>Trump deverá assumir o cargo dia <strong>20 de janeiro</strong> próximo. </p> <p><strong>Mike Pence</strong>, antigo Governador do Indiana, será o vicepresidente.</p> <p>Uma das nomeações mais polémicas é a de <strong>Scott Pruitt</strong>, até agora procurador-geral do Oklahoma, próximo dos industriais dos combustíveis fósseis.</p> <p>Pruitt é conhecido por negar a existência de alterações climáticas na Terra e vai liderar a Agencia de Proteção Ambiental, instituição contra a qual sempre lutou.</p> <p><strong>John Kelly</strong>, general aposentado de 66 anos e antigo fuzileiro naval ou <em>marine</em>, terá o controlo sobre a luta contra o terrorismo, sobre as fronteiras, imigração e processos de naturalização. </p> <p>Kelly assume a pasta da <strong>Segurança Interna.</strong></p> <p>Outra escolha que surpreendeu foi a do Governador do Iowa, <strong>Terry Brenstad</strong>, para <strong>embaixador na República Popular da China.</strong></p> <p>A escolha terá sido bem recebida pelas autoridades de Pequim, depois de dias de tensão por causa do <strong>telefonema entre Trump e a presidente de Taiwan</strong>.</p> <p>E por fim, <strong>Linda MacMahon</strong>, antiga executiva de uma companhia profissional de <strong>luta livre</strong>, é a escolha de Donald Trump para liderar a pasta das pequenas e medias empresas.</p> <p>Todas as nomeações deverão obrigatoriamente ser <strong>confirmadas pela câmara alta</strong>, o Senado.</p>