Última hora

Em leitura:

Parlamento coreano vota amanhã moção para destituir presidente


Coreia do Sul

Parlamento coreano vota amanhã moção para destituir presidente

O parlamento coreano agendou para amanhã a apresentação de uma moção de destituição da contestada presidente do pais.

A oposição, maioritária no parlamento, apresentou esta quinta-feira o pedido para iniciar o processo de afastamento da chefe de estado manchada por um caso de corrupção.

Segundo o presidente do parlamento, Chung Sye-kyun:

“Para tentar respeitar o prazo da moção de destituição definido pela Constituição, vamos tentar apresentar a moção que vai ser debatida na última sessão plenária, ou seja amanhã. Peço a cada parte que coopere para que não haja dificuldades durante a abertura da sessão plenária de amanhã”.

Para ser iniciado, o processo contra Park Geun-Hye necessita do voto a favor de um terço do parlamento, o total do número de deputados da oposição, aos quais se deverão juntar 28 deputados do partido do governo.

A presidente é acusada de cumplicidade com uma amiga, acusada de extorquir dinheiro a várias empresas e de interferir em temas de estado.

O processo de destituição, após semanas de protestos de rua, poderá durar vários meses, uma vez que necessita de ser aprovado ainda por 6 dos 9 juízes do Tribunal Constitucional.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Indonésia

Terramoto provoca mais de 100 mortos na ilha de Sumatra