Última hora

Última hora

"Qu’est qu’on attend ?": uma aldeia em transição para a autonomia energética e alimentar

Em leitura:

"Qu’est qu’on attend ?": uma aldeia em transição para a autonomia energética e alimentar

Tamanho do texto Aa Aa

Quantas vezes já ouviu, ao propor algo novo, “isso não é possível, isso é uma utopia”?

Quantas vezes já ouviu, ao propor algo novo, “isso não é possível, isso é uma utopia”? A junta de freguesia da aldeia de Ungersheim, em França, ouviu muitas vezes esse comentário, mas isso não a impediu de seguir em frente.

O documentário francês “Qu’est qu’on attend”, em português: “Estamos à espera de quê?” mostra-nos o dia-a-dia de uma aldeia em transição para a autonomia energética e alimentar.

No início dos anos 2000, o presidente da junta de freguesia da aldeia de Ungersheim, na Alsácia, em França estabeleceu uma lista de 21 objetivos. Uma das prioridades foi a criação de uma quinta, para produzir alimentos sem pesticidas para abastecer a população e a cantina da escola. O projeto permitiu dar trabalho a pessoas desempregadas.

Este documentário militante de Marie-Monique Robin mostra-nos que o segredo das chamadas aldeias em transição é a solidariedade. Muitos dos habitantes entrevistados afirmam que se sentem mais felizes, mais motivados e menos sozinhos.

Outro dos projetos ambiciosos da aldeia foi a construção de uma central de produção de eletricidade a partir de painéis fotovoltaicos para reduzir a dependência do petróleo.

Neste filme, não há heróis sobredotados, nem uma visão idealista da sociedade, apenas pessoas que decidiram assumir o seu destino. “Qu’est qu’on attend ?” é, por isso, uma lufada de ar fresco.