Última hora

Última hora

Christine Lagarde admite erros mas não negligência no processo Tapie

A Diretora do FMI rejeitou as acusações de negligência, mas admitiu a possibilidade de um engano, num processo por desvio de fundos públicos frente à justiça…

Em leitura:

Christine Lagarde admite erros mas não negligência no processo Tapie

Tamanho do texto Aa Aa

A Diretora do FMI rejeitou as acusações de negligência, mas admitiu a possibilidade de um engano, num processo por desvio de fundos públicos frente à justiça francesa.

Foi enquanto antiga ministra da Economia francesa que Christine Lagarde respondeu esta segunda-feira às acusações de ter beneficiado o empresário Bernard Tapie, aquando de um processo de arbitragem do Estado em 2008.

O tribunal deverá pronunciar-se sobre o caso até dia 20 de dezembro, quando Lagarde incorre numa pena de até um ano de prisão e 15 mil euros de multa

Para o advogado da ex-ministra, Patrick Maisonneuve:

“Como pode o Tribunal de Justiça da República dizer dentro de alguns dias se houve desvio de fundos públicos quando se trata de um elemento entre vários numa investigação complexa? Não me parece razoável”.

Lagarde reconheceu a possibilidade de não dispor de todas as informações sobre o contencioso em torno da venda da empresa Adidas através de um banco público.

Graças à arbitragem da ministra e contra o parecer de um órgão consultivo, Bernard Tapie, uma figura próxima do então presidente, Nicolas Sarkozy tinha recebido 400 milhões de euros de indemnização.

A justiça civil tinha anulado as indemnizações a Tapie em 2015, consideradas como fraude.