Última hora

Em leitura:

Breves de Bruxelas: diálogo com Turquia e segurança social


A redação de Bruxelas

Breves de Bruxelas: diálogo com Turquia e segurança social

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia decidiram que não haverá um congelamento oficial das negociações para a adesão da Turquia ao bloco.

Apesar das críticas ao alto grau de repressão por parte do governo turco, após o golpe falhado deste verão, a proposta da Áustria não foi acolhida.

Neste programa que passa em revista a atualidade europeia diária destacamos, também, a proposta da Comissão Europeia para melhorar a coordenação entre os Estados-membros em matéria de segurança social.

A comissária europeia para os Assuntos Sociais, Marianne Thyssen, disse que o objetivo é evitar abusos e assegurar um enquadramento claro.

Finalmente, antecipamos que o Presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, fará, quarta-feira, um balanço do seu trabalho enquanto líder da instituição durante os últimos cinco anos.

De acordo com um acordo político de 2014, o cargo deverá ser assumido, em janeiro de 2017, pelos democratas-cristãos, mas o jogo de alianças políticas poderá ditar outro resultado.