Última hora

Em leitura:

Futebol brasileiro recorda tragédia do Chapecoense


Brasil

Futebol brasileiro recorda tragédia do Chapecoense

O futebol brasileiro prestou uma homenagem nacional ao Chapecoense durante o fim de semana.

A última jornada do campeonato nacional de futebol foi marcada pela ausência das dezenas de jogadores e técnicos da equipa, mortos num acidente de avião na Colômbia há duas semanas e recordados durante vários jogos ao longo do país.

Os seis sobreviventes do acidente que provocou 71 mortos, deverão ser transferidos para o Brasil esta semana.

Um dos sobreviventes, o defesa Helio Zamper Neto, despertou recentemente do coma induzido sem ter qualquer recordação da queda do aparelho.

Rafael Henzel, o único jornalista a sobreviver ao despenhamento,afirmou que os passageiros não foram informados dos problemas registados a bordo nos últimos minutos do voo.

O avião tinha-se despenhado nos arredores da cidade de Medellin, onde a pequena equipa deveria participar pela primeira vez na final da taça sul-americana.

As primeiras conclusões do inquérito ao incidente apontam para um problema de falta de combustível.

A Bolívia, de onde partiu o aparelho da companhia aérea Lamia, tinha detido vários responsáveis suspeitos de homicídio culposo, no quadro do inquérito ao incidente.