Última hora

Em leitura:

Parlamento israelita vive "sarilho de saias"


Israel

Parlamento israelita vive "sarilho de saias"

Em Israel, o parlamento está a viver um sarilho de saias – de saias demasiado curtas, segundo os defensores mais puristas do código vestimentário.

Apesar do mau tempo, muitas funcionárias parlamentares vieram trabalhar de minissaia e alguns colegas homens solidarizaram-se com o protesto. Em causa está uma circular a lembrar regras que há muito não eram aplicadas: “Nos últimos dias, recebemos vários testemunhos de visitantes e de funcionárias a dizer que não as deixavam entrar por causa da maneira como estavam vestidas. Parece que as regras mudaram de um dia para o outro. Hoje, não nos deixaram entrar porque tínhamos os joelhos à mostra”, conta Kessem Rosenblat, funcionária parlamentar.

Embora as regras já existissem, o parlamento israelita sempre foi bastante tolerante em relação ao vestuário. As únicas proibições até agora aplicadas eram de chinelas, camisolas sem mangas, calças rasgadas e calções.