Última hora

Em leitura:

Apple recorre da decisão da Comissão Europeia


Economia

Apple recorre da decisão da Comissão Europeia

A Apple recorreu da decisão da Comissão Europeia que lhe exige o reembolso de 13 mil milhões de euros de benefícios fiscais indevidos que obteve na Irlanda. A empresa argumenta que os reguladores europeus ignoraram especialistas fiscais e a lei, escolhendo deliberadamente um método para maximizar a penalização.

A Irlanda, que também apresentou um recurso no mês passado, acusou, esta segunda-feira a Comissão Europeia de violar a sua soberania em matéria fiscal.

O país tem uma taxa de IRC bastante baixa, de 12,5%.