Última hora

Em leitura:

Evacuações seguem adiante


Síria

Evacuações seguem adiante

Acordo respeitado, milhares de pessoas deixam os cercos das fações em conflito no norte da Síria.

Dez autocarros com 500 pessoas abandonaram as duas vilas de maioria xiita cercadas durante anos pelos rebeldes.

A evacuação de Foua e Kefraya era a condição pró-governamental para permitir a saída de milhares de civis e combatentes de Alepo.

A cidade foi reconquistada pelas forças leais a Bashar al-Assad após ferozes combates e bombardeamentos que literalmente pulverizaram aquela que foi a maior cidade do país.

Já fora do perigo e do terror, as difíceis condições de sobrevivência dão lugar a sorrisos.

Muitas pessoas estiveram cercadas juntamente com os combatentes opositores ao regime de Bashar al-Assad.

Idblib é agora o principal bastião rebelde no norte.

O processo de evacuações tem sido turbulento. No domingo, autocarros enviados para Foua e Kefraya foram incendiados por homens armados que gritavam ‘Deus é grande’.

Um incidente que quase colocou em causa o acordo de evacuação de Alepo alcançado há quase uma semana.

A conta-gotas a saída de milhares de pessoas vai se tornando numa realidade.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Ucrânia

Cinco soldados ucranianos mortos após ataque de separatistas no leste da Ucrânia