This content is not available in your region

"Berlim permanece unido": Pessoas prestam homenagem às vítimas do atentado

Access to the comments Comentários
De  Euronews
"Berlim permanece unido": Pessoas prestam homenagem às vítimas do atentado

<p>Várias pessoas juntaram-se, esta quarta-feira, frente à igreja Gedächtniskirche, perto do mercado de natal de Berlim para prestar homenagem às vítimas do ataque. </p> <p>O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Frank-Walter Steinmeier, e o ministro do Interior italiano, Angelino Alfano, também marcaram presença. </p> <p>Steinmeier pediu às pessoas para não se deixarem afetar por este ataque e de viver o dia-a-dia.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">The market where Monday's attack in Berlin happened is still closed. Candles around the Christmas tree. <a href="https://t.co/JTC5oA5K3h">pic.twitter.com/JTC5oA5K3h</a></p>— Nick Garnett (@NickGarnettBBC) <a href="https://twitter.com/NickGarnettBBC/status/811476071245824001">21 de dezembro de 2016</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Nas ruas de Berlim, o ambiente é de profunda consternação. </p> <p>“Estou comovido, horrorizado, perplexo e furioso. <br /> Furioso com um tipo de política incapaz de evitar este tipo de insegurança, mesmo que eles soubessem que ela existia”, diz um cidadão.</p> <p>“Faltam três dias para o Natal e os alemães foram atingidos por este ataque. Este incidente pode dividir a nossa sociedade. Vimo-lo acontecer em Paris, em Nice e noutras cidades. É importante que a Alemanha se mantenha aberta a uma sociedade multiétnica e que as pessoas compreendam que o melhor é permanecerem unidas”, refere outro transeunte.</p> <p>Na Breitscheidplatz, grupos, incluindo refugiados e alemães, cantam músicas de natal, enquanto erguem cartazes onde se pode ler “Não nos vão dividir”, “Sou berlinense” e “Berlim permanece unido”.</p>