Última hora

Em leitura:

"Berlim permanece unido": Pessoas prestam homenagem às vítimas do atentado


Alemanha

"Berlim permanece unido": Pessoas prestam homenagem às vítimas do atentado

Várias pessoas juntaram-se, esta quarta-feira, frente à igreja Gedächtniskirche, perto do mercado de natal de Berlim para prestar homenagem às vítimas do ataque.

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Frank-Walter Steinmeier, e o ministro do Interior italiano, Angelino Alfano, também marcaram presença.

Steinmeier pediu às pessoas para não se deixarem afetar por este ataque e de viver o dia-a-dia.

Nas ruas de Berlim, o ambiente é de profunda consternação.

“Estou comovido, horrorizado, perplexo e furioso.
Furioso com um tipo de política incapaz de evitar este tipo de insegurança, mesmo que eles soubessem que ela existia”, diz um cidadão.

“Faltam três dias para o Natal e os alemães foram atingidos por este ataque. Este incidente pode dividir a nossa sociedade. Vimo-lo acontecer em Paris, em Nice e noutras cidades. É importante que a Alemanha se mantenha aberta a uma sociedade multiétnica e que as pessoas compreendam que o melhor é permanecerem unidas”, refere outro transeunte.

Na Breitscheidplatz, grupos, incluindo refugiados e alemães, cantam músicas de natal, enquanto erguem cartazes onde se pode ler “Não nos vão dividir”, “Sou berlinense” e “Berlim permanece unido”.