Última hora

Última hora

Presidente do Chapecoense recebe Taça Sul-Americana na sede da CONMEBOL

O presidente do Chapecoense, Plínio David de Nês Filho, recebeu a Taça Sul-americana 2016 na cede na CONMEBOL, em Luque, Paraguai, e partilhou-a com os colombianos do Atlético Nacional.

Em leitura:

Presidente do Chapecoense recebe Taça Sul-Americana na sede da CONMEBOL

Tamanho do texto Aa Aa

Com Reuters e Agência Brasil

Point of view

Um misto de tristeza com alegria

Plínio David de Nês Filho Presidente do Chapecoense, Brasil

O presidente da Associação Chapecoense de Futebol, Plínio David de Nês Filho, recebeu a Copa ou Taça Sul-americana 2016 cidade paraguaia de Luque.

A entrega do troféu teve lugar esta quinta-feira, na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol, a CONMEBOL.

Plínio Filho marcou presença, acompanado de toda uma delegação vinda de Chapecó (Santa Catarina) para o evento, onde foi feito o sorteio para a Taça Libertadores 2017.


O Chapecoense recebeu o troféu depois de ter perdido a quase totalidade dos membros da equipa numa acidente de avião, quando viajavam até à cidade de Medellín, Colômbia, para jogar a final da Sul-americana contra o Atlético Nacional, clube da segunda maior cidade colombiana.

Esta seria a primeira presença numa grande semifinal por parte do clube brasileiro do estado de Santa Catarina (sul).

Entre os 71 mortos no acidente contam-se, para além de muitos jogadores da equipa, pessoal do clube e vários jornalistas, que cobriam o encontro.

No entanto, três dos jogadores sobreviveram. No total, seis pessoas espacaram com vida do acidente.

Depois do desastre, os colombianos do Atlético Nacional pediram que os adversários catarinenses fossem declarados vencedores da Copa.

O Chapecoense fica assim também qualificado para participar na Taça Libertadores 2017.

A Libertadores é uma das mais importantes competições futebolíticas da América do Sul.

No sorteio, o Chapecoense, no Grupo Sete, jogará contra o Nacional, do Uruguai, o Zulia, da Venezuela e o Lanus, da Argentina.


A equipa deverá voltar aos relvados no dia 29 de janeiro, para jogar contra o Internacional de Lages, no Campeonato Catarinense.

O encontro está agendado quatro dias depois de um amistoso entre as seleções nacionais brasileira e colombiana a ter lugar no Rio de Janeiro.

Os fundos reverterão a favor da Associação Chapecoense de Futebol.