Última hora

Última hora

Sequestradores de avião em Malta redem-se e são detidos

O primeiro-ministro de Malta foi atualizando a progressão do sequestro, via Twitter, até ao desfecho, já depois de libertadas todas as 118 pessoas que seguiam .

Em leitura:

Sequestradores de avião em Malta redem-se e são detidos

Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro de Malta anunciou, via Twitter, a rendição e consequente detenção dos sequestradores. Antes, já Joseph Muscat havia anunciado a libertação de todas as 116 pessoas a bordo do avião líbio sequestrado e desviado por dois piratas do ar para a ilha maltesa, esta sexta-feira.

De acordo com a imprensa do país, os atacantes são apointes de Muamar Kadafi, ex-ditador da Líbia, e ameaçaram explodir o Airbus A320.

O avião da Afriqiyah Airways fazia a ligação interna entre Sebha, no sudoeste do país, e Tripoli. A bordo seguiam sete tripulantes e 111 passageiros, incluindo os dois piratas, 28 mulheres e uma criança.

A pequena ilha mediterrânica de Malta encontra-se a cerca de 500 km a norte da costa da Líbia.