Última hora

Última hora

Kvitova diz que tudo fará para voltar a jogar

A tenista checa falou com os jornalista pela primeira vez depois da operação à mão esquerda e disse que não iria desistir.

Em leitura:

Kvitova diz que tudo fará para voltar a jogar

Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa e Reuters

Point of view

Quero mesmo voltar a jogar e vou fazer tudo para que tal aconteça.

Petra Kvitova Tenista checa

A tenista checa Petra Kvitova recebeu alta do Instituto de Cirurgia Plástica de Vysoke nad Jizerou, onde foi operada à mão esquerda.

Petra Kvitova foi ferida por arma branca durante uma tentativa de assalto de que foi vítima, na sua casa, na República Checa.

À saída do instituto, a tenista explicou que o responsável pela intervenção, realizada na quarta-feira, disse que esta tinha corrido bem e sem qualquer tipo de complicação.

Kvitova, que enfrenta agora um período de recuperação de entre três a seis meses, poderá nunca mais voltar a jogar.

Mas a tenista mostrou-se determinada e disse que tudo fará para que tal não aconteça:

“Não tenho escolha. Tenho de olhar em frente e ver como as coisas evoluem. Não me importa quanto tempo demore até recuperar. Se são três ou seis meses. Quero mesmo voltar a jogar e vou fazer tudo para que tal aconteça.”

Depois da operação, um porta-voz do instituto disse que a convalescença de Kvitova poderia ser mais demorada do que fora previsto.

Isto porque a sutura da ferida demorará 14 dias a sarar, enquanto a união dos tendões tardará cerca de seis semanas.

Depois, serão necessários pelo menos mais três meses até Kvitova que possa voltar a fazer movimentos bruscos com a mão esquerda.

Só depois, a tenista poderá exercitar a força, mas terá ainda de esperar até voltar a realizar esforço de nível desportivo.

Petra Kvitova tem 26 anos e foi duas vezes campeã de Wimbledon *, medalha de bronze dos *Jogos Olímpicos do Rio (2016) e é atualmente a 11.ª do ranking mundial.