Última hora

Em leitura:

Iraque: Cristãos de Mossul voltam a poder celebrar o Natal


Iraque

Iraque: Cristãos de Mossul voltam a poder celebrar o Natal

Pela primeira vez desde que Mossul foi libertada das mãos do autoproclamado Estado Islâmico, os cristãos iraquianos da cidade celebram o Natal. Em Bartella, no leste da cidade a comunidade católica juntou-se para as celebrações.

O cristianismo no norte do Iraque remonta ao primeiro século depois no nascimento de Cristo. O número de cristãos diminuiu muito após a queda de Saddam Hussein em 2003, e a situação agravou-se com a tomada de Mossul pelo Estado Islâmico há dois anos. Nessa altura, os cristãos da segunda cidade do país receberam um ultimato: ou se convertiam ao islão e pagavam um imposto ou abandonavam a cidade, sob pena de ser executados.
Recorde-se que a 17 de outubro, as forças de segurança iraquianas e curdas lançaram, com sucesso, uma ofensiva para libertar Mossul.

Entretanto, na capital Bagdade, foi registado um ataque contra a comunidade cristã. Na região este da cidade, três pessoas foram mortas e outras três ficaram feridas junto a uma loja de bebidas em al-Ghadier.

Autoridades italianas lutam contra contrafação de prosecco

Itália

Autoridades italianas lutam contra contrafação de prosecco