Última hora

Última hora

Surrealismo mexicano: Um morto e um ferido grave em festa de aniversário viral de adolescente

A festa foi pensada para umas 800 pessoas, na pequena localidade mexicana de La Joya, mas acabou por contar com cobertura nacional e milhares de convidados.

Em leitura:

Surrealismo mexicano: Um morto e um ferido grave em festa de aniversário viral de adolescente

Tamanho do texto Aa Aa

Com AFP, EFE e NOTIMEX

A jovem quinceañera mexicana Rubí Ibarra viveu a festa de aniversário mais inesquecível da sua ainda curta vida, depois do seu pai ter tido a ideia de lançar um convite nas redes sociais para o que queria que fosse um grande evento, inicialmente pensado para umas 800 pessoas.

O que Crescencio Ibarra não imaginava, é que o seu convite, lançado num vídeo colocado na rede social Facebook, daria origem a mais de um milhão de confirmações online, num fenómeno habitualmente conhecido como “viralização” e que levou o homem a reconhecer que a situação tinha ficado “fora de controlo.”


Os media mexicanos rapidamente passaram a chamar à festa de aniversário de Rubi a festa do ano e a jovem foi convidada para vários programas de televisão.

A festa teve lugar na pequena localidade de La Joya, de 200 habitantes, no estado de Baixa Califórnia, a sul do estado norte-americano da Califórnia.


O local inicialmente previsto para a festa foi abandonado e as autoridades locais tiveram de encontrar outro sítio, improvisado, para acolher os milhares de convidados que, segundo os jornalistas presentes no local, acabaram por aparecer.

Foi montado todo um dispositivo de segurança para assegurar o bom desenrolar da festa de Rubí, que pode ser vista entre milhares de pessoas, protegida por vários homens, como se de uma celebridade se tratasse.

O fenómeno da festa dos quince é muito habitual em vários países Latino-americanos, altura em que se considera que uma menina atinge a idade de ser dada a conhecer ao meio social em que se insere.

Países como a Colômbia, o México, o Panamá, a Venezuela, a República Dominicana, a Guatemala ou as Honduras dão especial importância à festa dos quinze anos das jovens.

É habitual que se organizem bailes, que incluem a receção de convidados, a entrada formal da aniversariante e dos convidados e toda uma cerimónia que pode mesmo incluir um banquete e o visionamento de videos com a vida da jovem.


No caso da festa de Rubí, no entanto, o elevado número de convidados que, neste caso, não conheciam sequer a aniversariante, deu origem a situações únicas.

Um homem de 66 anos acabou por morrer durante uma corrida de cavalos improvisada, enquanto outro ficou ferido com gravidade.

Entretanto, um eleito local, conhecido no México por dizer que roubava, mas “poquito”, apareceu de surpresa na festa e ofereceu um carro à jovem Rubí.