Última hora

Em leitura:

Mundo chora o desaparecimento de Carrie Fisher


EUA

Mundo chora o desaparecimento de Carrie Fisher

As reações à morte de Carrie Fisher, a eterna Princesa Leia da saga “Star Wars – A Guerra das Estrelas”, chegam de todo o mundo.

Artistas, políticos e fãs lamentam o desaparecimento de mais uma estrela este ano.

Muitos manifestam-se nas redes sociais.

Mark Hamill, conhecido pela personagem Luke Skywalker, escreveu na conta oficial do Twitter: “o que aconteceu é absolutamente devastador”.

Também Warwick Davis da família ‘Star Wars’ diz:
“Era muito honesta e muito pés na terra, mesmo sendo muito famosa. Interpretou a icónica princesa Leia. Desfilava na passadeira vermelha como uma pessoa normal, não era arrogante. Não deixou que a fama lhe subisse à cabeça”.

Nas ruas de Los Angeles, as pessoas mostram-se consternadas e elogiam a mulher e grande atriz que foi Fisher.

“A forma como agia, como mostrava ser…era uma mulher valente, um modelo para qualquer mulher. Quero dizer, as mulheres podiam ver nela um exemplo. Eu não via apenas Han Solo”, refere um fã.

Outra afirma: “Uma mulher forte, poderosa. Dava-nos força. Mostrava-nos que podíamos fazer melhor e que tudo era possível. Sim, era uma mulher valente”.

Carrie Fisher sofreu um ataque cardíaco há quatro dias, durante um voo que fazia ligação entre Londres, no Reino Unido, e Los Angeles, nos Estados Unidos.

Não resistiu às complicações e acabou por morrer, esta terça-feira. Tinha 60 anos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Israel

Israel suspende licenciamento de construção em Jerusalém Oriental