This content is not available in your region

Pelo menos oito mortos por causa das cheias e intensas chuvas

Access to the comments Comentários
De  Antonio Oliveira E Silva  com REUTERS E EFE
Pelo menos oito mortos por causa das cheias e intensas chuvas

<p><strong>Com Reuters e <span class="caps">EFE</span></strong></p> <p>A Bolívia vive dias de intensas chuvas, depois da pior seca dos últimos 25 anos, com várias regiões afetadas por cheias e cortes de energia. Pelo menos oito pessoas morreram.</p> <p>São cinco os departamentos em alerta laranja desde a passada segunda-feira por causa das chuvas, todos situados no oeste do país – La Paz, Santa Cruz, Cochabamba, Tarija e Beni.</p> <p>Segundo o <a href="http://www.senamhi.gob.bo/">Senamhi</a>, (Serviço Nacional de Meterologia e Hidrologia), existe, pelo menos até dia 28, <a href="http://www.senamhi.gob.bo/alerta.php">um nível de ameaça importante, com fenómenos não habituais e com certo grau de perigo para as atividades habituais</a></p> <p>Várias cidades sofreram inundações, tendo sido cortado o trânsito nos centros, como ocorreu em Cochabamba (província de Cercado), a terceira maior cidade do país.</p> <p>Segundo o diário “Los Tiempos”: , de Cochabamba, bastaram 20 minutos de chuva muito intensa para que zonas do sul da cidade ficassem completamente inundadas. Uma ponte e várias ruas foram imediatamente fechadas ao trânsito.</p>