Última hora

Última hora

EUA surpreendidos com críticas do Reino Unido sobre Israel

Os Estados Unidos da América ficaram surpreendidos com as críticas da primeira-ministra do Reino Unido ao discurso do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, condenando Israel pela construçã

Em leitura:

EUA surpreendidos com críticas do Reino Unido sobre Israel

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos da América ficaram surpreendidos com as críticas da primeira-ministra do Reino Unido ao discurso do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, condenando Israel pela construção de mais colonatos.

Theresa May referiu que a atitude da Casa Branca, em relação a Israel, na questão dos colonatos “não foi apropriada”.

May deixou bem claro que o Reino Unido é contra a construção de colonatos israelitas ilegais em território palestiniano mas mostrou desagrado com o facto de Washington ter permitido a aprovação de uma resolução, no Conselho de Segurança das Nações Unidas, que condena a atuação de Israel.

Num comunicado, o Departamento de Estado norte-americano refere que as palavras de May provocaram surpresa uma vez que o Reino Unido votou a favor da resolução da ONU, e o discurso de John Kerry incluiu as ameaças à solução de dois estados, o terrorismo, a incitação à violência e os colonatos. Em linha com o que tem sido a política do Reino Unido, dos últimos anos, sobre o assunto.

O primeiro-ministro israelita considerou o discurso de Kerry “tendencioso e contra Israel.

Benjamin Netanyahu acusou os Estados Unidos de estarem por detrás da resolução no Conselho de Segurança que condenava a construção de colonatos.