Última hora

Em leitura:

EUA surpreendidos com críticas do Reino Unido sobre Israel


EUA

EUA surpreendidos com críticas do Reino Unido sobre Israel

Os Estados Unidos da América ficaram surpreendidos com as críticas da primeira-ministra do Reino Unido ao discurso do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, condenando Israel pela construção de mais colonatos.

Theresa May referiu que a atitude da Casa Branca, em relação a Israel, na questão dos colonatos “não foi apropriada”.

May deixou bem claro que o Reino Unido é contra a construção de colonatos israelitas ilegais em território palestiniano mas mostrou desagrado com o facto de Washington ter permitido a aprovação de uma resolução, no Conselho de Segurança das Nações Unidas, que condena a atuação de Israel.

Num comunicado, o Departamento de Estado norte-americano refere que as palavras de May provocaram surpresa uma vez que o Reino Unido votou a favor da resolução da ONU, e o discurso de John Kerry incluiu as ameaças à solução de dois estados, o terrorismo, a incitação à violência e os colonatos. Em linha com o que tem sido a política do Reino Unido, dos últimos anos, sobre o assunto.

O primeiro-ministro israelita considerou o discurso de Kerry “tendencioso e contra Israel.

Benjamin Netanyahu acusou os Estados Unidos de estarem por detrás da resolução no Conselho de Segurança que condenava a construção de colonatos.