Última hora

Em leitura:

Sydney prepara festa de Fim de Ano com medidas antiterrorisimo


Austrália

Sydney prepara festa de Fim de Ano com medidas antiterrorisimo

A maior cidade da Austrália, Sydney, está a preparar-se com todo o cuidado para a celebração do novo ano. A ameaça do terrorismo mobilizou uma operação de grande escala para garantir a segurança ao milhão e meio de pessoas esperadas para ver um dos melhores espetáculos de fogo de artificio do mundo.

Este ano, na baía de Sydney, estão agendadas, por exemplo, homenagens pirotécnicas ao ator Gene Wilder e aos músicos David Bowie e Prince. Sete toneladas de fogo artifício vão compor o espetáculo que irá iluminar vários locais da cidade às 12 badaladas da mudança de ano para 2017.

O comissário adjunto da polícia de Nova Gales do Sul, Mick Fuller, explica que as autoridades vão recorrer a “diversas estratégias” na apelidada “Operação Talismã”. “Não apenas dentro do perímetro da cidade, mas também fora e não apenas pela polícia. É uma operação abrangente do Governo para garantir ao público o nível máximo de segurança”, disse o responsável.

O dispositivo de segurança preparado para a noite de passagem de ano em Sydney inclui este ano um dispositivo extra de 2000 polícias nas ruas, uniformizados e à civil, e 18 centros de comando espalhados por toda a área da “grande Sydney”.

Diversas estradas vão ser cortadas. Autocarros e camiões da recolha de lixo vão ser usados como barreiras para evitar repetições do género de ataque ocorridos em Nice (14 de julho) e em Berlim (19 de dezembro).

“O nível de ameaça é o de ‘provável’ e por isso, da nossa perspetiva, é importante olhar para todos os potenciais riscos, seja qual for o tipo de crime”, alertou Mick Fuller.

Suspeito de ataque detido no aeroporto

Um homem foi detido quinta-feira no aeroporto de Sydney pela polícia antiterrorismo.

Damien James O’Neill, de 40 anos, acabava de desembarcar de um voo proveniente de Londres, no Reino Unido, e foi detido sob suspeita de preparação de um ataque depois de ter alegadamente enviado uma carta para um “LiveJournalBlog”, contendo a ameaça de matar e ferir desconhecidos na noite de passagem de ano.

O suspeito não terá ligação a qualquer organização, terá agido de forma isolada e está acusado de preparação de ato de agressão e não te terrorismo, clarificou o comissário adjunto da polícia metropolitana de Nova Gales do sul.

O homem aguarda em prisão preventiva o julgamento marcado para 10 de janeiro.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

Brasil

Suspeita de crime passional no desaparecimento do embaixador da Grécia no Brasil