Última hora

Última hora

Dois bombistas suicidas explodem mercado de Bagdade e "Daesh" reclama ataque

Duas explosões abalaram o mercado de Al Sinak, na capital do Iraque, à hora de maior afluência, matando mais de 25 pessoas e ferindo cerca de 50.

Em leitura:

Dois bombistas suicidas explodem mercado de Bagdade e "Daesh" reclama ataque

Tamanho do texto Aa Aa

Dois bombistas suicidas terão estado na origem do atentado terrorista deste sábado de manhã em Bagdade, capital do Iraque. Uma ação, entretanto, já reivindicada pelo grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico (“Daesh”/ ISIL).

Mais de 25 pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas, após uma dupla explosão ter abalado um mercado no bairro de Al Sinak, à hora de maior afluência. Uma das explosões deflagrou à entrada do mercado, a outra, no interior.

As autoridades iraquianas temem que o balanço de vítimas possa ainda agravar-se dada a intensidade das explosões e a dificuldade de acesso ao local pelas ambulâncias.

De acordo com um porta-voz da polícia, citado pela agência curda iraquiana Rudaw, os dois bombistas suicidas usavam coletes com explosivos e o reforço das medidas de segurança foi imediato.

No entanto, residentes no local criticam a falta de segurança e a incapacidade das autoridades iraquianas em prevenir este tipo de ataques.