Última hora

Em leitura:

Guterres lembra funcionários da ONU que não é "milagreiro"


EUA

Guterres lembra funcionários da ONU que não é "milagreiro"

António Guterres garante que não é capaz de milagres, não é um milagreiro. Esta foi a mensagem deixada pelo novo secretário-geral das Nações Unidas esta terça-feira a várias dezenas de funcionários que o aguardavam no momento em que entrou na sede da ONU em Nova Iorque.

O antigo primeiro-ministro português assumiu o cargo no dia 1 de janeiro, mas este foi o primeiro dia de trabalho. Guterres lembrou a expectativa que envolveu o processo de eleição, mas apontou baterias para o futuro.

“Este é o momento em que temos de afirmar o valor do multilateralismo. Este é o momento em que temos de reconhecer que apenas soluções globais podem resolver problemas globais e que a ONU é a pedra basilar dessa abordagem multilateral”, afirmou o português.

Uma declaração que foi vista como uma primeira abordagem a um dos grandes desafios deste início de mandato: António Guterres vai ter de lidar com um presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump…que se tem mostrado muito crítico quanto à atuação das Nações Unidas e tem defendido um crescente nacionalismo.

Guterres afirmou ainda que “a única forma de atingir os objectivos é trabalhar juntos, como equipa, e ganhar o direito de servir os valores globais consagrados na Carta, que são os valores da ONU e os valores que unem a humanidade”.